Campanha no Ar
Campanha no Ar
 

Tira-dúvidas

Justificativa já pode ser preenchida

Justificativa já pode ser preenchida

da Folha

Quem estiver fora da cidade onde vota no próximo domingo, dia do primeiro turno, pode já deixar preenchido o formulário de justificativa.

No entanto, o documento deve ser assinado na hora de entregá-lo em dos locais de votação, na presença do mesário.

O formulário está disponível nos cartórios eleitorais, nos postos de atendimento ao eleitor e nos sites do TSE e dos TREs.

No domingo, também será possível pegar um formulário nas seções eleitorais.

Para justificar a ausência na votação, é preciso entregar esse documento preenchido e levar o título de eleitor ou um documento oficial com foto.

Serão invalidados formulários preenchidos incorretamente ou entregues no domicílio eleitoral do eleitor.

Quem não votar ou não justificar no domingo, tem até 60 dias para fazer isso em qualquer cartório eleitoral.

Para o eleitor que estiver fora do país, é possível justificar a ausência em até 30 dias depois do retorno ao Brasil. É preciso ir ao cartório eleitoral com a passagem de volta e o passaporte.

Escrito por equipe às 19h28

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

ONGs sugerem pesquisa para escolher vereador

ONGs sugerem pesquisa para escolher vereador

MICHELE OLIVEIRA
da Folha

Com 349.391 candidatos a vereador em todo o país, a recomendação geral, de TSE a ONGs, é a de que o eleitor se informe sobre o passado do candidato na hora de escolher em quem votar.

Fabiano Angélico, coordenador de projetos da Transparência Brasil, orienta o eleitor a fazer dois tipos de pesquisa.

Se o candidato já tiver mandato, sugere uma busca no projeto da entidade chamado Excelências, com dados sobre os vereadores em exercício nas Câmaras das 26 capitais.

Para quem tenta vaga na Câmara pela primeira vez, Angélico sugere o projeto Às Claras, que tem dados sobre o financiamento de campanha de todos que já disputaram algum mandato.

"O projeto engloba as eleições de 2002, 2004 e 2006. Se ele disputou para deputado estadual, por exemplo, e perdeu, mesmo assim é possível ver quem doou para a campanha dele."

"É importante que o eleitor se dedique a fazer essa pesquisa. Um Legislativo atuante é um freio para a corrupção", afirma.

Serviço disponível na Folha Online mostra os dados de 1.077 candidatos em São Paulo e de 1.241 nomes que tentam se eleger no Rio de Janeiro.

Nos sites, é possível ver, por exemplo, se o candidato responde a processo na Justiça, além do número a ser digitado na urna.

Sonia Barbosa, que coordena na ONG Voto Consciente assuntos ligados à Câmara de São Paulo, também destaca a importância de vereadores ativos.

"Os vereadores têm duas responsabilidades principais: votar e aprovar projetos de lei e fiscalizar as contas do prefeito", diz ela.

"As pessoas não dão muito valor para o Legislativo. E isso é errado, porque são essas pessoas que vão aprovar as leis que nós, povo, teremos que obedecer."

Na hora de votar, ela sugere muita pesquisa sobre o candidato. "O ideal é pesquisar muito, achar uma pessoa que tenha um perfil de vereador que tenha vontade de trabalhar para todos, que ame a cidade."

A Voto Consciente avaliou a atuação dos 55 vereadores de São Paulo. Sete critérios foram adotados, como fidelidade partidária, qualidade dos projetos de lei apresentados e freqüência nas comissões.

Confira aqui o ranking.

Escrito por equipe às 12h40

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Tire as suas dúvidas sobre a eleição

Tire as suas dúvidas sobre a eleição

DIAS DE VOTAÇÃO
5 de outubro - Primeiro turno
26 de outubro - Segundo turno

HORÁRIOS
Das 8h às 17h

LOCAIS
Cada eleitor deve procurar o endereço da sua zona eleitoral. No TSE é possível fazer essa consulta com o título

QUEM VOTA
Alfabetizados com mais de 18 e menos de 70 anos. Voto é facultativo para quem tem entre 16 e 18 anos, analfabetos e maiores de 70

DOCUMENTOS
Título eleitoral ou documento oficial com foto

COMO VOTAR
Na urna eletrônica, eleitor digita primeiro os cinco números de seu candidato a vereador e, depois, dois números do candidato a prefeito. É permitido levar "cola"

OUTRAS DÚVIDAS

O que acontece se o eleitor não votar?
Quem não votar deve justificar a ausência. O eleitor que deixar de votar em três turnos consecutivos sem justificativa terá o título cancelado.

Como fazer a justificativa no dia da eleição?
Com título eleitoral e documento oficial com foto, eleitor deve entregar formulário preenchido em lugares destinados ao recebimento de justificativa eleitoral, como locais de votação, por exemplo. O formulário para justificar poderá ser obtido antecipadamente nos cartórios eleitorais, nos postos de atendimento ao eleitor, nas páginas da internet do TSE e dos TREs. No dia da eleição estará disponível nos locais de votação ou de justificativa.

E se não justificar no dia da votação?
Eleitor tem até 60 dias após cada turno para fazer a justificativa.

Há limites para justificar o voto?
Não. O eleitor pode justificar quantas vezes precisar.

Escrito por equipe às 21h30

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Blog do caderno Brasil, da Folha, com curiosidades e bastidores das campanhas pelo país, nas ruas e no horário eleitoral. É coordenado por editores do caderno, com produção de repórteres e redatores, em São Paulo, das sucursais de Brasília e do Rio e dos correspondentes da Agência Folha.

SITES RELACIONADOS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha Online. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha Online.